NOSSA HISTÓRIA

A Fazenda Tranqueira, de propriedade de Manoel Clementino de Souza Martins, foi o primeiro núcleo a se formar no atual Município. A cera de carnaúba, com boa cotação, levou Manoel Clementino a recrutar grande número de trabalhadores para sua exploração, resultando no desenvolvimento do povoado, mais tarde, transferido para Estreito, local de uma concorrida feira livre. O povoado, situado às margens do rio Itaim, cresceu rapidamente. Entretanto, em 1940, em virtude dos rigores do inverno, chegou a ser quase totalmente destruído pelo rio.
O fato levou a população a decidir pela transferência para local mais seguro, a um quilômetro do primitivo núcleo. A primeira casa construída foi a do fundador Manoel Clementino, em 1943. A localidade recebeu a denominação de Santa Cruz.
Em 1956, erigiu-se a Igreja Matriz de Nossa Senhora de Santana, Padroeira da Cidade.
Gentílico: santa-cruzense

Formação Administrativa:
Elevado à categoria de município e distrito com a denominação de Santa Cruz do Piauí, pela lei estadual nº 1446, de 30-11-1956 , desmembrado de Oeiras. Sede no atual distrito de Santa Cruz do Piauí, ex-localidade de Santa Cruz. Constituído do distrito sede. Instalado em 22-12-1958.
Em divisão territorial datada de 01-VII-1960, o município é constituído do distrito sede.
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2005.